COMPARTILHE

Um jovem de apenas 20 anos de idade morreu alegadamente nas mãos de um indivíduo que o acusava de ter o surpreendido a tentar assaltar a sua residência, na madrugada de segunda-feira (05), no bairro Tsalala, no município da Matola.

A vítima respondia pelo nome de Alberto Mavie e as circunstâncias em que perdeu a vida ainda não foram esclarecidas, mas a Polícia da República de Moçambique (PRM) na Matola acredita tratar-se de linchamento.

De acordo com a corporação, o presumível ladrão foi surpreendido a roubar numa casa, próximo à rua onde encontrou a morte.

Os donos do domicílio em questão gritaram pelo socorro e os vizinhos não se fizeram de rogados, tendo saído em grupo para acudir, apurou o @Verdade na 9ª. esquadra em Tsalala.

Por sua vez, os vizinhos do proprietário da casa que seria supostamente assaltada desmentiram as autoridades da lei e ordem e argumentaram que o malogrado não tinha como entrar na referida habitação porque há cães raivosos.

Ademais, quando o dono da casa, identificado só pelo nome de Nordino, foi encontrado a espancar o jovem teria sido aconselhado a levá-lo à esquadra, mas fez ouvidos de mercador alegadamente porque a Polícia tinha o hábito de restituir os ladrões à liberdade sem justa causa.

Sobre o mesmo caso, a PRM tem uma outra versão, segundo a qual o suposto ladrão morreu nas mãos de populares depois de terem abandonado as suas residências para sair em socorro de Nordino e sua família.

Todavia, alguns moradores do quarteirão onde o homicídio aconteceu desmente tal posição e exigem que a PRM investigue adequadamente o assunto.

Notícia obtida no Jornal @Verdade

DEIXE UMA RESPOSTA