Nova embaixadora portuguesa em Moçambique quer aprofundar cooperação

Nova embaixadora portuguesa em Moçambique quer aprofundar cooperação

0
COMPARTILHE

A nova embaixadora de Portugal em Moçambique, Maria Amélia Maio de Paiva, apresentou hoje as cartas credenciais ao chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, reforçando a intenção de continuar a cooperação histórica entre os dois países.

Falando no final da cerimónia de apresentação das cartas credenciais de novos embaixadores em Maputo, o ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação moçambicano, Oldemiro Baloi, disse que, mais do que nunca, Moçambique precisa do apoio dos seus parceiros, destacando Portugal como um dos países na linha da frente na cooperação com o país africano.

“A nova embaixadora destacou a intenção de continuar a aprofundar os laços entre Moçambique e Portugal”, afirmou Baloi, sublinhando que a relação entre os dois países está no seu melhor momento.

Além de Maria Amélia Paiva, os embaixadores da Argentina, Federico Villegas, do Sudão, Abd Alla, da Alemanha, Detley Wolter, de Itália, Marco Centicelli, da Turquia, Zeynep Kiziltan, e do Qatar, Yousuf Mohammed, apresentaram também as suas cartas credenciais.

Oldemiro Baloi disse que todos os diplomatas manifestaram o objetivo de ajudar Moçambique a fazer face às crises política e económica que atravessa, congratulando o Governo por ter retomado as negociações de paz com a Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), maior partido de oposição, e pela abertura para cooperar com o Fundo Monetário Internacional (FMI), como forma de restabelecer a confiança com a entidade.

“Estão todos dispostos a ajudar Moçambique”, frisou Baloi, reiterando que o país precisa do apoio de todos os amigos.

Moçambique atravessa um período de crise, marcado pela subida do custo de vida, forte desvalorização do metical face ao dólar e uma crise política e militar que opõe as Forças de Defesa e Segurança e o braço armado da Renamo.

As intenções de investimento em Moçambique caíram 48% no primeiro semestre de 2016 comparativamente ao mesmo período do ano passado, com Portugal no quinto lugar dos principais investidores estrangeiros, mas com uma queda de 80%, bastante superior à média.

Maria Amélia Paiva, diplomata de carreira do Ministério dos Negócios Estrangeiros, ocupava anteriormente o cargo de embaixadora na Polónia.

A embaixadora vai substituir José Augusto Duarte, que ocupa actualmente o cargo de assessor diplomático do Presidente da República.

Fonte: Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA