Avaria na HCB não afecta contrato com compradores de energia

Avaria na HCB não afecta contrato com compradores de energia

0
COMPARTILHE

O vice-ministro dos Recursos Minerais e Energia, Augusto Fernando, garantiu, ao “O País”, que a recente avaria de uma das subestações na Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB) não vai alterar os contratos com os compradores de energia.

“A HCB funciona actualmente com cinco grupo-geradores e um serve de reserva. Portanto, esta situação não afecta comercialmente os contratos existentes”, disse Fernando.

A Barragem emitiu, em Dezembro, um comunicado no qual anuncia a redução da oferta de energia eléctrica em 18 por cento por um período de 70 dias, na sequência de uma avaria nos seus equipamentos.

A Electricidade de Moçambique já assegurou ao “ O País” que apesar de a redução da disponibilidade de energia da HCB condicionar a sua capacidade de oferta, a empresa não vai restringir o fornecimento aos clientes.

“O impacto da avaria do 3º gerador da HCB, em termos físicos, não se fará sentir. Ou seja, vai continuar a haver energia por todo o país, todas as cidades e todos os bairros”, garantiu o porta-voz da instituição, Luís Amado.

Mas a empresa pública revela que terá de enfrentar custos mais altos na compra de energia, para compensar o défice em operadores nacionais ou estrangeiros. É que a HCB é o fornecedor mais barato e a avaria reduz a capacidade em 200 Megawatts à EDM, daí que para compensar tem de procurar um dos fornecedores, nacional ou estrangeiro, relativamente caro.

Luís Amado explica que a EDM não fez ainda uma avaliação concreta dos custos totais com a compra de energia para compensar, mas avança que, actualmente, a energia adquirida na HCB custa entre 3 e 4 cêntimos de dólar por Kilowatt/hora (KW/h) e terá de procurar energia eléctrica de outros fornecedores internos ou da região a um custo de aproximadamente 10 ou 11 cêntimos do dólar, ou seja, cerca de três vezes mais.

Neste momento, a EDM está a avaliar qual dos fornecedores oferece a tarifa mais acessível para os próximos 70 dias.

A capacidade máxima da EDM é de 900 Megawatts, dos quais 500 adquiridos na HCB e 400 fora. Com a avaria, passa a dispor de apenas 300 Megawatts da HCB.

DEIXE UMA RESPOSTA