COMPARTILHE

Um homem e uma mulher tiveram que percorrer as ruas do Quénia até ao Hospital depois de terem ficado ‘presos’ durante o ato sexual.

Não é sabido o local exacto da ocorrência mas um vídeo amador captou o momento em que ambos foram transportados para o Hospital numa espécie de carro de madeira com rodas. No vídeo é possível ver a mulher com a cara tapada com um lençol, enquanto o homem se limita a olhar para o aparato que se criou na rua.

O casal estava a fazer sexo num hotel quando o homem se apercebeu de que não conseguia tirar o pénis da vagina da sua amante. Decidiram gritar por ajuda e alguns dos hóspedes do hotel, no qual se encontravam, vieram em seu socorro.

O problema é que a única maneira de transportá-los até às instalações médicas era pela rua, o que atraiu imensas pessoas que quiserem ver o acontecimento.

Segundo os media do Quénia, a mulher poderá sofrer de vaginismo (contração involuntária dos músculos da vagina, tornando a penetração impossível e/ou dolorosa). O tratamento que foi dado ao ‘casal’ não é conhecido e os nomes da mulher e do homem não chegaram a ser revelados.

Fonte: Correio da Manhã

DEIXE UMA RESPOSTA